Economia Portuguesa

Espaço de debate de temas de Economia Portuguesa e de outros que com esta se relacionam, numa perspectiva de desenvolvimento

segunda-feira, novembro 09, 2020

"Economia do Esquecimento: rasgando o estreito de Magalhães", da autoria de Paulo Reis Mourão

A UMinho Editora publicou o livro "Economia do Esquecimento: rasgando o estreito de Magalhães" na coleção Ciência e Cultura para Todos, da autoria de Paulo Reis Mourão.

https://editora.uminho.pt/pt/Novidades/Paginas/detalhe.aspx?id=114

https://ebooks.uminho.pt/index.php/uminho/catalog/book/12


Da contracapa do livro:

[´Economia do Esquecimento` é um livro que se lê num folgo não tanto por ser contido no número de páginas mas, antes, em razão das temáticas que endereça (desde logo, o desenvolvimento, percebido enquanto acesso das pessoas, nos seus lugares de residência, ao emprego e bem-estar social), da fluidez da escrita e do compromisso que se percebe do autor com a sua região, Trás-os-Montes. Não se tratando de um romance, embora a forma como nos prende à leitura o pudesse sugerir, nem por isso deixa de nele haver espaço para a invocação de paradoxos, heróis e vilões, lamentando-se que não termine com um voto de esperança no futuro.

Embora devesse esperá-lo, acabei amiúde surpreendido pelo enunciar de “realidades” para as quais fui despertado há 40 anos, entre elas as de que “os custos de concentração” (no litoral) devem ser somados aos “custos do esquecimento” (do interior Transmontano, e não só), do que resulta óbvio que a superação ou mitigação de uns e outros só se conseguirá quando as atuações de política olharem, articuladamente, para uns e outros. Endereçando a problemática dos “caminhos do futuro”, concordo com o autor na necessidade dos atores do território se congregarem no estabelecimento de uma “estratégia de desenvolvimento”, ficando-me a dúvida se não devia também ter sublinhado que não há estratégia (de desenvolvimento) sem liderança, singular ou coletiva.

J. Cadima Ribeiro]

sábado, outubro 24, 2020

DRd – Desenvolvimento Regional em debate: Vol. 10, ed. Esp. (2020)

 

Dossiê temático: Conhecimento, inovação, criatividade e inteligência para o desenvolvimento de cidades, municípios, regiões ou territórios

DRd – Desenvolvimento Regional em debate: Vol. 10, ed. Esp. (2020)

sexta-feira, setembro 11, 2020

Fatores de atração do turismo no Norte de Portugal: uma abordagem exploratória

Resumo

No Norte de Portugal e, particularmente, na cidade do Porto, o turismo tem-se mostrado uma atividade chave na promoção do desenvolvimento económico. O propósito deste estudo é identificar os fatores que atraem ou condicionam a atratividade turística deste território, contribuindo desta forma para identificar alguns aspetos críticos a manter presentes em futuras ações de planeamento do turismo. No tratamento dos dados secundários usados nesta investigação utilizar-se-ão métodos estatísticos como regressões lineares múltiplas, análise da variância (ANOVA) e modelos para tratamento de dados em painel. O período de análise é o que medeia entre 2003 e 2017 e as fontes principais de dados foram o Instituto Nacional de Estatística (INE) e o Sales Index (2018), da Marktest. No processo de construção do estudo, partiu-se de uma pesquisa da literatura sobre a atratividade turística dos territórios. Os resultados indicam como fatores que atraem o turismo a oferta de alojamento turístico, a existência de galerias de arte e museus, o nível de rendimento dos municípios objeto de estudo, e o facto de o município integrar determinadas rotas turísticas, como os Caminhos de Santiago ou a Rota dos Vinhos Verdes, enquanto que o índice de criminalidade contra as pessoas tem o efeito de repelir os visitantes.

Palavras-Chave: Fatores de atração do turismo; Turismo e desenvolvimento local; Planeamento da atividade turística; Municípios do Norte de Portugal.


Caio Martins

Escola de Economia e Gestão, Universidade do Minho, Braga, Portugal

caio-gmartins@hotmail.com

 

J. Cadima Ribeiro

NIPE - Núcleo de Investigação em Políticas Económicas e Empresariais,

Universidade do Minho, Braga, Portugal

jcadima@eeg.uminho.pt

[Resumo de comunicação apresentada por videoconferência no 27º Congresso da APDR (27th APDR Congress), genericamente subordinado ao tema ´Sustainable Development of the Sea for Sustainable Regional Development`, organizado pela Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Regional, que decorreu na Universidade dos Açores, Angra do Heroísmo, Ilha Terceira, a 10 e 11 de setembro de 2020; 28 págs.]

segunda-feira, agosto 17, 2020

DRd - Dossiê Temático: Conhecimento, inovação, criatividade ou inteligência para o desenvolvimento de cidades, municípios, regiões e territórios

[Período para submissão e orientações:

A recepção dos artigos para o dossiê deverá ocorrer no período de 03 à 30 de agosto de 2020, mediante submissão no site da revista Desenvolvimento Regional em debate (DRd) - http://www.periodicos.unc.br/index.php/drd/about/submissions. O texto a ser submetido deve atender rigorosamente as Diretrizes para Autores (normas) da revista DRd. Com o propósito de que a submissão para o dossiê seja diferenciada do fluxo contínuo da revista, pedimos o favor de comunicar a submissão do artigo, no e-mail valdir@unc.br, aos cuidados do editor. A publicação do dossiê deverá ocorrer até 30 de outubro de 2020.

Dúvidas ou maiores informações, favor contatar por meio do e-mail revistadrd@unc.br.] 

sexta-feira, maio 15, 2020