Espaço de debate de temas de Economia Portuguesa e de outros que com esta se relacionam, numa perspectiva de desenvolvimento

quinta-feira, julho 05, 2012

"O parlamento é o grande centro da corrupção em Portugal"

"Clic em baixo e ganhe uns minutos!

Eis um Homem! T3 Ep.39 - SAPO Vídeos»

(reprodução de mensagem que me caiu entretanto na caixa de correio electrónico)

[cortesia de Clara Costa Oliveira]

1 comentário:

fernando disse...

As acusações a Macário Correia, depois de o autarca ter sido condenado à perda de mandato, suscitaram um comunicado do Movimento Partido da Terra (MPT), que defende o autarca e acusa o Partido Socialista de “falta de sentido democrático”.

Continuamos com a farsa oculta, para distrair os portugueses, dos verdadeiros problemas que até hoje os governos têm infligido de pobreza aos portugueses.

Dito isto, analisemos o despedimento coletivo ilegal de 112 trabalhadores, do Casino Estoril, com responsabilidade do governo Sócrates e de todas as instituições em defesa do trabalho, para além da justiça que tarda em se realizar.

Agora para maior surpresa, no governo de Passos Coelho, vai se dar mais um despedimento coletivo, de 38 trabalhadores do mesmo Casino Estoril, pode ser imaginação minha, mas o jantar no restaurante “ Mandarim “ com o Sr. Passos Coelho e administradores do Casino Estoril, parece começar a dar o seus frutos podres, como o episodio do despedimento anterior no governo Sócrates.

Depois faz-me confusão se os despedimentos no Casino Estoril, com milhões de lucros são sérios para ambos os lados, para que contratam advogados do gabinete do Dr. Miguel Júdice, em que a filha do administrador é adida, estando a representar o gabinete do Dr. M. Júdice, na CHINA, um pouco estranho mas enfim.

Relatório 2011

Mário Alberto Neves Assis Ferreira 903.246 Euros;

No âmbito da Varzim-Sol, S.A., sociedade integralmente detida pela Estoril-Sol, foram reforçados a alguns Administradores os seguintes
direitos de pensão, resultantes de execução de apólices de seguro de reforma oportunamente contratada:

Mário Alberto Assis Ferreira
1.773.861,63 Euros ;

É com estes fatos que se criam despedimentos coletivos com ajudas de estado, por mais gente comprometida, com estas injustiças vale apena destruir o emprego de tanta gente.

É ISTO O MEU PAÍS, NÃO HÁ JUSTIÇA NEM PALAVRA QUANDO NÃO SE GANHA 903.246 Euros


http://videos.sapo.pt/kzZH4Ua8qCjuDPNQkL9a